Nazismo Como ele pôde acontecer de Eduardo Szklarz

Nazismo como ele pôde acontecer

A leitura sobre o Nazismo e suas consequências no século passado me deixa muito intrigado, é um dos temas que gosto muito, pois busco entender as motivações psicológicas que levaram milhões de pessoas a cometerem os crimes mais bárbaros da humanidade.

E a revista Super Interessante está sempre na vanguarda quando o assunto é destrinchar os mistérios do Nazismo, e como uma verdadeira aula de história e numa linguagem acessível “Nazismo como ele pôde acontecer” de Eduardo Szklarz desmitifica em páginas que prendem a atenção do início ao fim esse verdadeiro terror do século XX.

 

“A aniquilação do povo judeu é uma página gloriosa de nossa história, que não foi escrita. Nem jamais será.”

Heinrich Himmler, líder nazista em discurso a generais alemães em 1943.

É com essa frase que Eduardo Szklarz inicia sua viagem ao passado negro da humanidade. O nazismo nasceu de ideias absurdas e prometia um Terceiro Reich forte e duradouro.

Para isso, a ciência foi um braço importante para convencer uma nação que estava curvada pela derrota da Primeira Guerra e crises econômicas que levaram milhões de pessoas a miséria. Foi um prato cheio para qualquer maluco desenvolver teorias absurdas. Com a Alemanha não foi diferente.

A disseminação de ódio a grupos que formavam a sociedade alemã me deixou impressionado, pois uma indústria da morte foi montada para eliminar aqueles que não faziam parte do ideário nazista.

A ciência forneceu armamento pesado para disseminar esse ódio e a ideia de Puro Sangue termo chamado mais tarde de Eugênia foi o motor dessa indústria do terror, e Francis Galton, matemático britânico, foi um dos pioneiros dessa ideia maluca.

“Ao mesmo tempo que tratava mulheres “arianas” como vacas reprodutoras, o nazismo promoveu campanhas de esterilização em massa obrigando milhares de alemães a fazer vazectomia ou ligação de trompas.”

Hitler líder nazista idealizador desse terror criou comitês para conduzir a esterilização em massa de homens e mulheres que não faziam parte do modelo de raça pura. Campos de concentração foram criados para exterminar principalmente judeus, e para isso não pouparam esforços.

As atrocidades cometidas pelos Nazistas não podem ser esquecidas, pois grupos Neonazistas do século XXI insistem em adotar a ideologia Nazista que matou seis milhões de judeus com requintes de crueldade e discursos inflamados são disseminados pelas redes sociais.

Para ajudar a entender esse período histórico o livro de Eduardo Szklarz aborda as teorias Nazistas como se você estivesse numa sala de aula desde o início do nazismo e sua derrocada com suicídio de Hitler, portanto, para você que queira conhecer essa triste história da humanidade e fazer parte daqueles que repudiam qualquer tipo de discriminação e discursos impregnados de ódio é uma obra recomendada.

Agradeço a Eduardo Szklarz pela coragem de escrever essa obra que ajudarão muitos a entenderem que discursos preconceituosos e carregados de ódio podem inflamar as mais absurdas atrocidades e ideias.

 

Capa

Livro-Nazismo-Capa Nazismo Como ele pôde acontecer de Eduardo Szklarz

 

 

Título: NAZISMO COMO ELE PÔDE ACONTECER 

Autor: Eduardo Szklarz

ISBN: 978-85-364-1823-0

Páginas: 252

Editora: Editora Abril

Skoob: 4,3

 

 

 

Boa Leitura.