Machado de Assis por Patricia Secco

Nesta semana uma grande polêmica foi instaurada na versão simplificada de ”O Alienista” de Machado de Assis produzida pela Patricia Secco, cuja ideia defendida pela autora é facilitar o acesso a leitura.

Segundo a autora uma transposição da linguagem da época para a linguagem atual facilita o acesso a leitura, bem como levar o Machado para quem não o conhece. O livro, com previsão de lançamento em junho, terá 300 mil exemplares distribuídos gratuitamente e o objetivo principal é conquistar novos leitores.

Há inúmeros críticos que são contrários a produção, no entanto, um ponto positivo a autora conseguiu, a geração de debates acerca de obras tão importantes na nossa literatura e nos faz repensar o modelo de ensino de literatura que os ambientes escolares estão oferecendo aos nossos jovens.

Não li a obra da Patricia Secco, porém, foi ela corajosa em entrar num ambiente literário defendido por vários acadêmicos e dar início a uma série de debates que envolvem os leitores brasileiros que diga-se de passagem está aquém de países desenvolvidos.

É um momento propício para levar essas discussões aos ambientes acadêmicos e escolares a fim de adotar um modelo que realmente faça a diferença na vida dos alunos para que se tornem leitores.

Prefiro a opinião do escritor Ronaldo Bressane que entende que considerar um texto sagrado é um bobagem, inclusive, pautado numa pesquisa que revela que 60% dos brasileiros nos últimos seis meses não leram nenhum livro.

“Estou horrorizada [com o abaixo-assinado]. É muito triste pensar que algumas pessoas acham que Machado de Assis, o mestre da literatura brasileira, não pode ser lido pelo sr. José, eletricista do bairro do Espinheiro, que, apesar de gostar de ler, não cursou mais que o primário, ou pelo Cristiano, faxineiro de uma farmácia de Boa Viagem, que não sabe nem mesmo o significado da palavra boticário.”

 

Quer saber mais,

Versão simplificada de livro de Machado de Assis gera polêmica

Blog Felipe Moura Brasil

 

 

 

Deixe seu comentário e Boa Leitura.