EDUCAÇÃO | Atribuição de Aulas 2018 em São Paulo

Atribuição de Aulas 2018 em São Paulo é um grave problema

Não é novidade nenhuma que a Educação não recebe os investimentos necessários para proporcionar um projeto de longo prazo. O que se vê são problemas recorrentes sem que nenhuma autoridade intervenha de forma assertiva e atribuição de aulas é um dos vários problemas.

As consequências são gravíssimas, desde fechamento de salas, violência, baixos salários e a humilhação no período de atribuição de aulas. Enquanto um setor, o judiciário por exemplo, recebe investimentos que em muitos casos superam o teto constitucional, os professores recebem tratamentos humilhantes.

E na esteira dessa humilhação a atribuição de aulas 2018 para os Professores do Estado está sendo um verdadeiro caos, com várias Diretorias de Ensino com saldo de aulas zeradas. Nas redes sociais os professores denunciam o descaso do Governo em relação a Educação.

Muitos professores sem Aulas estão formando um contingente nefasto de desempregados. Educadores de várias matérias mencionaram que o saldo de aulas estavam zerados em inúmeras Diretorias de Ensino. O concurso público de 2013 perderá sua validade nesse dia 31/01 e não há previsão de novo processo.

De fato o que acontece com os Professores da Rede Estadual de Ensino Paulista é um tratamento injusto e desumano, afinal, todos sabemos que a Educação nesse país é horrível para dizer o mínimo, pois não há vontade política para melhora-la.

Os recursos vão para outros setores enquanto os trabalhadores da educação sofrem com falta de condições de trabalho e baixos salários.

E para ressaltar o que acontece em São Paulo é reflexo em todo o Brasil, pois os profissionais de Educação de todo o país sofrem com o descaso dos governantes enquanto outros profissionais recebem, em muitos casos, acima do teto constitucional. Há uma inversão de valores e precisamos acabar com isso.

 

Carlos Alberto Giannazi

O Professor Carlos Alberto Giannazi acompanha os problemas na atribuição:

 

Deixe o seu comentário e vamos exigir condições melhores para os Professores de todo o Brasil.

 

Comments

comments