Misto-quente do escritor Charles Bukowski

Misto-Quente

Nunca tinha lido nada sobre Bukowski e Misto-Quente caiu na minha mão por ouvir um programa de podcast chamado Livrocast. Estava na estante há alguns meses e após terminar uma leitura qualquer eu o escolhi Misto-Quente sem nenhuma pretensão, afinal, o título misto-quente não me deixou com muitas expectativas.

 

livrocast-024-charles-bukowski-topo Misto-quente do escritor Charles Bukowski

 

Ao começar a ler percebi que o livro ia muito além do que aquele título e comecei a lembrar da minha infância e adolescência, não por ter passado pelo que o protagonista passou e sim por lembrar-se das dificuldades naturais em ser criança e principalmente adolescente.

O livro me pareceu um retrato autobiográfico e apesar de ser uma leitura simples, a sua complexidade se dá em outro nível de forma direta e sem atalhos. O personagem é o jovem Henry Chinaski que em plena época da quebra da bolsa de 1929 tem que conviver com um pai autoritário e imbecil e uma mãe passiva e ignorante.

 

Quebra-Bolsa Misto-quente do escritor Charles Bukowski

 

O livro retrata a vida desse jovem ao longo desse período nebuloso da história americana e com um agravante, ele era alemão e como alemão estava prestes a viver numa época em que os nazistas exterminaram muitas pessoas inocentes.

O protagonista é um jovem rebelde cuja linguagem bruta é a única que conhece. Não tem amigos e os que tentam se aproximar, são escorraçados.  Henry se envolve em muitas brigas na escola durante o período em que esteve lá e parece não ter medo de enfrentá-las.

Não é um jovem popular, afinal, não aprendeu a ser político e com um agravante suas espinhas são monstruosas de modo que nenhuma garota se aproxime dele. Apesar de todos esses agravantes não parece preocupado com o que os outros vão falar. Sabe exatamente o seu lugar.

A linguagem é ácida e não leva desaforos. E é assim que o texto segue sem nenhuma pretensão de falar de moral ou algo mais profundo. É uma linguagem natural e nos faz pensar sobre as convenções que a sociedade nos impõe, afinal, pra que as seguimos? Sermos Felizes? Ganharmos dinheiro? Pra que?

 

Charles-Bukowski Misto-quente do escritor Charles Bukowski

 

É nesse ponto que comecei a me interessar, pois Bukowski nos faz pensar de forma simples e sem complicações sobre o que de fato faz valer a pena durante a vida. Acordar cedo e satisfazer os outros por meio de seu trabalho medíocre ou ganhar um salário de merda enquanto outros enriquecem e satisfazem os seus sonhos. São perguntas que até agora estão reverberando na minha cabeça. Adorei e daqui por diante lerei mais Bukoswki.

 

Misto-Quente e Bukowski

Charles Bukowski nasceu na Alemanha no dia 16 de agosto de 1920 filhos de pai americano e mãe alemã mudou-se pequeno para os Estados Unidos. Viveu na pobreza durante a crise de 1929. Publicou seu primeiro conto aos 24 anos de idade e somente aos 35 começou a publicar poesias.

Charles-Bukowski-1 Misto-quente do escritor Charles Bukowski

 

 

É considerado o último escritor maldito da literatura americana ou melhor da geração beat. Bebeu muito durante a vida e por isso foi internado diversas vezes. Misto-Quente foi publicado em 1982. Morreu aos 73 anos de idade após uma forte pneumonia decorrente de um tratamento que fazia contra a leucemia.

 

 

 

DNA da Obra Misto-Quente

download Misto-quente do escritor Charles Bukowski

 

 

 

Autor: Charles Bukowski
ISBN: 9788525414656
Ano edição: 2005
Editora: L&PM
Páginas: 316
Skoob: 4,3

 

 

 

 

 

L&PM Editores

 

Boa Leitura