Prêmio São Paulo de Literatura 2016 premia Beatriz Bracher, Rafael Gallo e Marcelo Maluf

Prêmio São Paulo de Literatura 2016

Beatriz Bracher ganha o Prêmio São Paulo de Literatura 2016 com o livro Anatomia do Paraíso publicado em 2015. Com o prêmio ela ganha o valor de R$ 100 mil.

O romance foi considerado o melhor publicado em Língua Portuguesa em 2015 vencendo nomes de peso como João Almino, Mia Couto e Raimundo Carrero.

A gente se prepara para perder, não para ganhar,   segundo Beatriz Bracher

De acordo com Bracher a obra foi uma das mais difíceis que escreveu, embora com uma linguagem rebuscada não chega a causar problemas na leitura.

O júri composto por Adriano Schwartz, Elisabeth Brait, Estevão Azevedo, Heloísa Jahn e Ronald Polito de Oliveira considerou a obra com muita intensidade e com uma linguagem refinada marcada com descrições precisas.

Anatomia do Paraíso da editora 34 traz um jovem estudante de mestrado cuja dissertação é sobre o Paraíso Perdido (1667) poema épico de John Milton que relata a expulsão do Adão e da Eva do paraíso. Narrativa hermética com alta carga dramática no decorrer da trama quanto os personagens se encontram.

Rafael Gallo e Marcelo Maluf foram premiados na categoria escritor estreante, com a presença do Governador Geraldo Alckmin, com os romances Rebentar (Record) e A Imensidão Íntima dos Carneiros (Reformatório) respectivamente.

 

Via Estadão Cultural