Pílulas Gramaticais: Por que, Por quê, Porque ou Porquê

Por que, Por quê, Porque ou Porquê

Usar os porquês traz muitas dúvidas e discussões sobre a maneira correta de utiliza-los. Buscaremos esclarecer de maneira simples e objetiva a forma correta de usar Por que, Por quê, Porque ou Porquê.

 

Por que

A junção da preposição por mais pronome indefinido ou interrogativo que significa por qual motivo ou por qual razão.

Exemplos:

  • Por que você comprou esta blusa?
  • Por que você não vai ao clube?
  • Desejo saber por que você voltou tão tarde para casa.

 

Por quê

Por quê usado no final de frase continuará com o significado por qual motivo ou por qual razão.

 

Exemplos

 

  • Estudei bastante ontem à noite. Sabe por quê?
  • Vocês não comeram tudo? Por quê?
  • O menino foi embora e nem disse por quê.
  • Ele foi embora por quê?

 

Porque

Porque é mais comumente usado em respostas. É considerado uma conjunção causal ou explicativa equivalendo a poisjá que, uma vez que, como.

Exemplos

  • Vou ao supermercado porque não temos mais frutas.
  • Ele foi embora porque cansou daqui.
  • Não vá porque você é útil aqui.
  • Você veio até aqui porque não conseguiu telefonar?

 

Porquê

Porquê equivale a motivo, causa, razão, pois ele é um substantivo. Nesse caso é antecedido pelo artigo o.

 

Exemplos

  • Não quero saber o porquê de sua recusa.
  • Não consigo entender o porquê de sua ausência.
  • porquê de não estar conversando é porque quero estar concentrada.
  • Você não vai à festa? Diga-me ao menos um porquê.

 

Para saber mais assista ao vídeo abaixo:

 

Fonte de conhecimento:

VILARINHO, Sabrina. “Por que / Por quê / Porque ou Porquê?”; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/por-que.htm>. Acesso em 31 de janeiro de 2016.

 

 

Bons estudos.