Dezoito de Escorpião – Alexey Dodsworth

Dezoito de Escorpião

Pensar em ficção cientifica como entretenimento é muito pouco para o que ela pode proporcionar, e a cada livro do gênero que leio tenho certeza que a criatividade e curiosidade são elementos que pavimentam a estrada desse conhecimento e Dezoito de Escorpião é um desses livros.

As possibilidades são inúmeras e atualmente a ficção cientifica está nas pautas das grandes editoras que viram nesse nicho de mercado a possibilidade de ampliar seus lucros com boa literatura. É fato que a ficção cientifica passou por um hiato nos últimos tempos, no entanto, ela não ficou relegada ao esquecimento total. Vários fãs acreditando nesse gênero defenderam e até tentaram publicar revistas do gênero.

O problema é que nosso país não é de leitores como outras nações e a ficção científica tem um agravante de ser considerada por alguns pseudo-intelectuais uma literatura menor. Nunca consegui entender o real motivo de alguns considerarem isso, porém, acredito que a ficção científica tem uma abrangência em várias áreas do conhecimento que contraria tal pensamento.

O motivo dessa breve introdução é ser uma via alternativa que leve você leitor a quebrar paradigmas e nessa onda de novos conhecimentos darem uma oportunidade a uma literatura que revela o lado mais incrível do ser humano, a ânsia por novas descobertas.

 

DNA Dezoito de escorpião

Por fim, este livro é dedicado a você, caro leitor. O agora é seu momento. Se eu fosse você, pesquisaria no Google todas as curiosidades aqui contidas. Falo sério. Você descobrirá que a realidade é mais mágica que a mais bizarra das fantasias.

A curiosidade é inerente ao ser humano e de fato levei a sério o parágrafo acima do escritor da obra Dezoito de Escorpião, Alexey Dodsworth. Aqui eu poderia colocar várias perguntas do livro do tipo: Você sabe qual astrônomo descobriu o segredo de HR 6060?

No entanto, prefiro discorrer um pouquinho sobre a obra e fazê-lo, caro leitor, que de fato a literatura de ficção científica valha a pena ser lida. Antes de continuar outro conselho do autor:

Quando lemos um conto ou assistimos a um filme ficcional, nós costumamos realizar – de modo pouco consciente, a bem da verdade – um exercício chamado suspensão da descrença. Fazemos de conta, por algumas horas, que a realidade a nós apresentada sob a forma de ficção é aceitável.

 

A descoberta da estrela gêmea solar, HR 6060, sugere uma oportunidade única de conhecer mais aspectos da estrutura do sol e seus efeitos sobre a Terra. O livro começa com os efeitos que o sistema solar causa na terra, mais especificamente em algumas pessoas que são definidas como eleitos por apresentarem algumas características sobre humanas.

Esses eleitos ao receberem uma tempestade eletromagnética coisas estranhas aconteceram e pessoas morreram, pois uma força desconhecida e descontrolada acometia as pessoas próximas a esses eleitos a um Acidente Vascular Cerebral.

E esses acontecimentos ocorreram no fatídico 05 de março de 2012 ao redor do mundo. Eram acontecimentos que a ciência comum não estava preparada, porém, uma Organização cientifica altamente preparada estava observando esses fenômenos e selecionando os eleitos para estudá-los.

A construção psicológica dos eleitos foi bem sedimentada. Você tem uma noção o que cada um fará em determinadas situações. Suas personalidades foram bem escritas de modo que você ame um e odeio outro. Essa organização cientifica ao escolher os eleitos explicam para cada um deles os efeitos que cada um sofre em decorrência das interferências eletromagnéticas das grandes cidades.

E para seus efeitos que fossem aliviados a única solução seria se transferir para um local afastado das parafernálias tecnológicas. Quais eram os motivos que levavam esses eleitos a causarem mortes em decorrência dos efeitos de campos eletromagnéticos ou tempestades magnéticas?

O fato é que Alexey faz um passeio pelo passado, presente e futuro para explicar que essa Organização cientifica já estava observando e estudando todos esses fenômenos e principalmente os efeitos sobre os eleitos. Termos como falha magnética do Atlântico Sul, Hipersensibilidade eletromagnética, Mensagens inteligentes em vírus, elementos parapsicológicos, são introduzidos de forma tão brilhante que a todo o momento você para de ler e vai pesquisar sobre o assunto.

As reviravoltas foram marcantes e a principal delas pelos menos pra mim, foi descobrir alguns detalhes sobre a tal Organização cientifica e o seu principal cientista. Você ficará extasiado. Vou parar por aqui com a certeza que esse livro merece uma releitura em breve, pois é uma fonte de conhecimento inesgotável.

 

DNA do autor

Nasceu em Salvador no dia 8 de novembro de 1971. Alexis Dodsworth é mestre em filosofia pela USP e amante de Astronomia com foco em pesquisa de vida extraterrestre. Atualmente está cursando Astronomia pela Universidade de São Paulo. É membro da Mensa Brasil, organização de pessoas com quociente intelectual de nível superdotado.

A produção intelectual de Alexey Dodsworth é intensa e vale a pena conhecê-la pela abrangência e forma como conduz. É numa linguagem didática que faz você querer saber mais. Dentre suas obras publicadas destacam-se: “Os Seis Caminhos do Amor” (Versus & Personare, 2012) de cunho filosófico e “Dezoito de Escorpião” (Novo Século, 2014) de ficção científica.

Uma curiosidade sobre Alexey Dodsworth é sobre a sua participação no reality show Amazônia no qual foi um dos semifinalistas. É bem verdade que a final deveria ter a participação de Alexey.

 

 

Capa

 

 

Título: dezoito de escorpião

Autor: Alexey Dodsworth

ISBN: 9788542801156

Páginas: 352

Editora: Novo Século

Nota Skoob: 4,4

 

 

 

*

Fontes de conhecimento

 

 

 

 

Boa Leitura

 

Comments

comments