Crime e Castigo – Fiódor Dostoiévski

Crime e Castigo

Olá amantes da literatura. A resenha de hoje é a obra Crime e Castigo do autor Fiódor Dostoiévski cuja leitura é carregada e densa de pensamentos psicológicos. A identificação com a obra foi imediata, pois o autor faz algumas reflexões que aprecio muito.

 

Crime-e-Castigo-Fiódor-Dostoiéviski-150x150 Crime e Castigo - Fiódor DostoiévskiTudo começa com o estudante Raskólnikov que vive num pequeno apartamento pagando um aluguel a uma velha agiota. Raskólnikov vive de pequenas traduções que faz e os recursos que ganha não são suficientes para sua sobrevivência que as vezes beira a miséria.

O estudante estava envolvido com seus pensamentos neuróticos, o de matar a velha agiota. Para isso justificaria seu assassinato com um fato histórico ocorrido.

As guerras travadas por Napoleão Bonaparte e as milhares de mortes decorridas das grandes batalhas.

 

 

 

 

Crime-e-Castigo-150x150 Crime e Castigo - Fiódor DostoiévskiA morte da velha acontece e a tortura de Raskólnikov começa. Seria um crime perfeito, porém, sua angustia e pensamentos neuróticos o impediam de ser racional quando era questionado sobre o assassinato.

O seu grande oponente surge na figura do juiz Porfiri Pietróvitch que tem a impressão que ele fora o assassino e trava uma batalha de palavras com Raskólnikov, no entanto, vai perdendo forças e a sua derrocada parece estar próxima.

Vou parar por aqui e não prejudicar a experiência de leitura de cada um, porém, vou falar alguns pontos a respeito desse personagem, Raskólnikov. Ele me passou uma impressão de ser um personagem neurótico, principalmente pela ideia que ele apresentava.

 

 

A de que o homem é dividido como Ordinário ou Extraordinário, ou seja, um homem comum sem grandes ideias é caracterizado como Ordinário e homens com grandes ideias, Extraordinário tal como Napoleão ou César.

Mas aqui me lembrou, também,  Nietzsche, com a ideia de super-homem, aliás, tema que penso muito ultimamente, afinal, me pergunto sempre: Por que foi criado uma imagem de um homem que ele não pode ser? Por que continuamos a seguir modelos que estão fadados ao fracasso?

 

Nós vivemos numa cultura cujo sucesso é medido pelos bens e imagens que temos e criamos. Para ser aceito você deve possuir algo em comum as pessoas, tais como celular de última geração ou o corpo perfeito conquistado a duras penas.

Vivemos um culto ao individualismo que exacerba qualquer possibilidade de questionamentos. Quem está certo? Temos que fazer parte disso? Há felicidade verdadeira nas Selfies distribuídas em todas as redes sociais?

 

São tantas perguntas que para muitas delas não tenho certeza das respostas, aliás, tenho medo delas. O fato é gostei muito do livro, pois Dostoiéviski traça um perfil psicológico dos personagens e os coloca em situações difíceis é como se fosse um teste.

Viajei um pouco nas ideias na certeza que a experiência de leitura foi muito impactante pra mim. Há várias interpretações. Eu trouxe a minha experiência de leitura dessa obra para os dias atuais, para questioná-lo de alguma maneira e levantar uma bandeira que possa ser visto por muitos. Será que estamos vivendo de maneira correta?

 

Não me sinto bem com tudo o que acontece por aí, criamos um ambiente inóspito e altamente competitivo em que pessoas sem nenhum pudor comete todas as atrocidades em nome do sucesso.

Tenho a impressão que o ser humano avançou as linhas da racionalidade e provocou mudanças que são marcadas com muita dor. Crises financeiras, crises políticas, crises ambientais, crises de toda sorte e a todo o momento. Que futuro reservaremos para nossos filhos?

 

A tecnologia alcançou avanços nunca antes visto. O mundo se tornou pequeno diante dos avanços das telecomunicações. Ficamos conectados 24 horas por dia aguardando a próxima mensagem.

Paro por aqui com a certeza que cada um tem uma interpretação diferente da minha para Crime e Castigo de Fiódor Dostoiéviski e convido você a partilhar essa interpretação comigo na página de comentários. Obra recomendadíssima.

 

Abaixo um trailer do filme Crime e Castigo com direção de Julian Jarrold e John Simm, Kate Ashfield, Geraldine James e Valerie Lilley no elenco. Vale a pensa conferir.

 

Para saber mais visite o link abaixo do Skoob:

 

 

Crime-e-Castigo-Fiódor-Dostoiéviski-2 Crime e Castigo - Fiódor Dostoiévski

 

 

Título: Crime e Castigo

Autor: Fiódor Dostoiéviski

ISBN: 8572325417

Páginas: 553

Editora: Martin Claret

Nota Skoob: 4,5

 

 

 

Até mais