Alien o oitavo passageiro

Alien – Alan Dean Foster

Alien o oitavo passageiro é como eu conheço o livro de Alan Dean Foster, afinal, assisti ao filme quanto eu tinha apenas onze anos e a cena na qual o alien sai, como uma cesária sem anestesia, me impressionou tanto, que fiquei vários dias sem dormir direito.

Descobri esse livro por acaso e logo que soube de sua existência comprei uma versão antiga na Estante Virtual e a que saiu pela Editora Aleph que por sinal tem uma capa maravilhosa e bem chamativa, aliás, a Aleph é competente em lançar livros de Ficção Científica com altíssima qualidade.

Tudo começa quando a Nostromo recebe um sinal, um possível sinal de resgate, e os seus sete tripulantes, Ripley (Sub-Tenente), Dallas (Capitão), Ash (Oficial Médico), Lambert (Navegadora), Kane (Chefe Executivo), Brett e Parker (Engenheiros) são acordados para investigar o pedido que vinha da empresa.

 

Tripulantes

 

O sinal interceptado os levaram a explorar um novo planeta no qual descobriram uma possível origem do misterioso pedido de socorro. Lá encontram uma nave e um ambiente sinistro. As buscas por formas de vida alienígena são realizadas pelo Dallas, Kane e a Lambert.

Na Nostromo a sub-tenente Ripley desconfiada utilizou o computador da nave, chamado mãe, para decodificar o sinal. Para sua surpresa não era um pedido de socorro e sim um alerta de perigo, porém, já era tarde demais algo terrível aconteceu com chefe executivo Kane.

Dentro da nave encontrada Dallas, Kane e Lambert vasculham o lugar em busca de respostas. O ambiente é sinistro e num dos ambientes da nave Kane tem contato com um alien cuja aparência lembrava uma mão esquelética. Começava ali algo perigoso e capaz de mudar a vida dos sete tripulantes.

 

 

Nostromo

 

Basicamente, a coisa tinha o formato de mão, com dedos múltiplos, compridos e ósseos enrolados na palma. Parecia-se bastante com a mão de um esqueleto, exceto pelos dedos extras. Do centro da palma, algo se projetava, uma espécie de trompa curta. Uma cauda muscular espiralava-se sob a base da mão. Nas costas da estranha mão, ele só conseguia distinguir uma forma turva e convexa, parecida com um olho vítreo.

 

De volta a Nostromo o oficial médico Ash começa a estudar o alien e seu interesse desperta curiosidades, afinal, parecia que salvar a vida do Kane estava em segundo plano. A ciência parecia estar em primeiro lugar. Um segundo erro que os tripulantes cometeram que poderia custar a vida de todos.

 

Alien

Alívio Sexual ou Estupro?

Esse livro é muito mais que um livro de Ficção Científica ele transcende o terror no espaço e nos leva a pensar sobre outros pontos de vista que a obra oferece. Em tempos de defesa contra o estupro, por mais que pareça impossível um livro de Ficção Científica ou mesmo o filme abordar esse tema é nisso que vamos nos concentrar para dar voz as mulheres que são oprimidas.

Ao longo dos anos o filme Alien O Oitavo passageiro foi pra mim apenas um filme de terror no espaço no qual um poderoso alienígena exterminava  os humanos um a um. Com o passar do tempo esse pensamento foi ficando pra trás e outras questões foram fervilhando na minha cabeça quando um dia ouvi uma palestra do Café Filosófico e a abordagem foi a mulher representada pela Ellen Rippley.

De fato a subtenente Ripley é de longe a melhor personagem feminina que gosto. Ela demonstra um novo tipo de mulher, determinada  e forte sem os acessórios de uma super-heroína tais como superpoderes ou algo do gênero. Sem deixar o seu lado feminino de lado ela se destaca no meio de vários Machos Alfa que ao ter que enfrentar o Alien ficam apavorados.

O livro que foi lançado pela Editora Aleph uma entrevista de Ridley Scott dada, em 1984, a Danny Peary e que aborda a questão sexual no sentido de ser algo trivial para os tripulantes que ficariam em longas missões no espaço. Para Ridley Scott as relações próximas em naves fechadas em com poucos tripulantes deveriam ser rechaçadas, afinal, problemas de compatibilidade entre homens e mulheres pareceu para Ridley Scott óbvio.

Após entender a Ellen Ripley apenas como uma mulher forte sem interferência de gênero outra questão foi levantada ao pensar sobre Alien, o estupro. O estupro que consiste numa violência e prática sexual não consensual contra a mulher é destacada no livro e filme de uma forma que nunca havia pensado.

Você imaginou a cena quando aquela coisa que tinha o formato de mão, com dedos múltiplos, compridos e ósseos enrolados na palma gruda no Kane e de forma violenta introduz algo de forma violenta na boca do dele. Olhando aquela coisa apertando o pescoço do pobre tripulante que indefeso fica a mercê de toda a sorte. Tempos depois um ser sem nenhum contato afetivo explode de seu tórax e o mata de forma violenta.

É de fato um livro para reflexão, embora, pareça apenas mais um daqueles livros sem nenhum conteúdo ou algo para oferecer. Convido você a ouvir um programa de podcast chamado Anticast, clicando aqui, que foi mais além em suas análises sobre essa franquia de sucesso. Vale a pena ouvi-lo.

 

DNA da obra

O que falar da Editora Aleph? Nos últimos tempos essa editora que é especializada em Ficção Científica revolucionou o mercado ao lançar obras esquecidas e num formato bem interessante nos brindou com esse título com uma tradução de primeira e uma qualidade visual fantástica, aliás, o livro tem o Alien na capa pronto para a próxima vítima.

O que me chamou a atenção foram os textos de entrevistas publicados no final que contribuiu para o entendimento de alguns pontos. De maneira geral o livro é fácil entendimento e nem por isso superficial, afinal, dá uma boa discussão. O livro é um complemento para aqueles que assistiram ao filme de 1979 com detalhes interessantes que o filme deixou de abordar. Para quem nunca viu o filme o livro cumpre o seu papel ao deixar os leitores com muito medo daquele ambiente escuro e sinistro, portanto, livro altamente recomendado.

 

Trailer do Filme Alien o oitavo passageiro

 

Curiosidades

Estive pensando sobre o título do filme Alien o oitavo passageiro, no entanto, se você considerar os sete tripulantes, gato e o próprio Alien a conta não fecha. Será que o oficial médico Ash é considerado um tripulante?

 

Até a próxima leitura.