Alameda dos Pesadelos

 

Alameda-dos-Pesadelos Alameda dos Pesadelos“Alameda dos Pesadelos” (Editora Cata-vento, 2014, 264 páginas), da escritora Karen Alvares traz a história de Vívian uma mulher solitária que tinha uma vida difícil e amargurada.

 Vívian vivia com seu filho Lucas e seu pai Caetano e levava uma vida monótona e sem sentido. Amargurada.

 Nem sempre a vida de Vívian foi amargurada e tudo começou com a morte de Joshua um namorado que ela conhecia desde a infância.

Um trágico acidente de carro ceifou a vida desse jovem que após algumas bebidas perdeu o controle do carro que dirigia.

A vida da Vívian era uma montanha-russa e uma nova oportunidade aparece e Gabriel entra em sua vida para mudar seu rumo. Ela não estava certa sobre um novo relacionamento mas decidiu dar chance a vida.

Entregou-se aquele amor e desse relacionamento uma criança nasceria. Para Gabriel não era o momento certo, não queria aquele filho e deixou Vívian ficou sem chão. Gabriel havia sumido de sua vida.

O relacionamento termina e Vívian assume toda a responsabilidade de criar Lucas. Mas uma situação inesperada acontece e após oito anos um fantasma do passado aparece e Vívian jura que tinha visto Gabriel no Shopping. Assustada conta ao pai que a conforta com palavras sábias, no entanto, ela sabia que havia algo errado.

A única certeza da vida é que ela é um amontoado de acontecimentos aleatórios que não temos controle. Ouvi essa frase há alguns anos e me parece que se encaixa com o livro.

Vou parar por aqui para não tirar a surpresa que esse livro oferece. Essa obra recebi no dia 28/08/2014 pelo correio através do Book Tour que a escritora Karen Alvares está promovendo e fiquei surpreso e feliz ao mesmo tempo.

Essa obra me chamou atenção pela capa. Olhos que parecem vigiar uma estrada escura e deserta. É de arrepiar. A expectativa era enorme. O que significava aquela capa?

A leitura é fluída e os personagens ao longo da obra são bem construídos. Eu particularmente prefiro esse tipo de construção e não aquela em que é despejado todas as características de uma vez só.

A história têm momentos de flash back, presente e passado contados alternadamente.  E para o entendimento do todo foi essencial. Adoro esse tipo de construção.

É um daqueles livros que ao final faz você repensar a vida. A vida pode te oferecer uma segunda chance? Ficou curioso?

Pois é, outro ponto interessante que me chamou atenção foram as reviravoltas da trama, há várias. Expectativa satisfeita. Obra recomendadíssima.

Boa Leitura