A Mão Esquerda da Escuridão – Ursula K. Le Guin

A Mão esquerda da escuridão

 

A Mão esquerda da escuridão, da escritora Ursula K. Le Guin, traz Genly Ai, habitante da terra, que foi enviado numa missão especial para o planeta chamado Gethen ou Inverno a fim de convencer seus habitantes a se unir a uma grande comunidade interplanetária. O experiente Genly Ai ao se deparar com os habitantes de Gethen percebe algo muito diferente em sua cultura, algo extraordinário e intrigante.

 

Os habitantes do planeta Gethen ou Inverno não possuem sexo definido, ou seja, são seres Andróginos. A partir daí uma questão passa pelo experiente emissário, a questão do gênero. Não há qualquer discussão sobre gênero, no entanto, Genly Ai é um ser humano cujas raízes estão alicerçadas na separação entre o gênero masculino e feminino, portanto, um paradoxo que ele tentará resolver para não comprometer a missão.  

 

Canal Youtube Editora Aleph A Mão Esquerda da Escuridão, de Ursula Le Guin | Cápsula #02

 

A Mão esquerda da escuridão é um livro feminista?

 

Antes de pensar sobre essa pergunta vamos pensar em outra, afinal, o que é feminismo? Surgido como pensamento Social, filosófico e político o feminismo tem como característica principal o direito a igualdade de gêneros libertando-se dos padrões patriarcais. O movimento feminista pode ser dividido em três ondas que ao longo do tempo promoveu diversas mudanças na sociedade ocidental.

 

A primeira onda aconteceu durante o século XIX e início do século XX. Durante as décadas de 1960 e 1970 a segunda onda promoveu diversas mudanças e a terceira onda durante a década de 1990 até os dias atuais. Ao longo dessas três ondas as ativistas realizaram diversas campanhas a favor de direitos tais como direito de contrato, direitos de propriedade, direitos ao voto, direito a autonomia sobre seu corpo, enfim, vários segmentos foram objetos de discussões.

 

O assunto feminismo não se esgota em apenas dois parágrafos. É um tema muito abrangente que merece um post dedicado. A questão que quero colocar e aproveitando essa onda feminista que voltou forte é discutir um livro que foi publicado em 1969, durante a segunda onda feminista, e traze-lo para os dias atuais uma vez que penso ser um livro atemporal e riquíssimo em suas ponderações.

 

DNA do Livro A mão esquerda da escuridão

 

A mão esquerda da escuridão é diferente de tudo que li a respeito de ficção científica, pois a Ursula K. Le Guin misturou a ficção científica com questões de gênero, e porque não feminismo, de forma alinhada, ou seja, você nem percebe as diferenças dos assuntos. São entrelaçados. Os valores que Genly Ai traz da terra e os coloca em cheque no planeta Inverno rende boas discussões, afinal, quem está certo?

 

Uma parte que gostei muito do livro foi o momento que o personagem Estraven, que é um ser andrógeno, em seu momento de  intensidade sexual respeita os valores de Genly Ai que ainda não estava entendendo toda aquela situação. Seus valores foram questionados, afinal, para o nosso emissário, Estraven era naquele momento homem ou mulher?

 

Filme Inimigo Meu - Ser Andrógeno
Filme Inimigo Meu

 
 
 

Pra quem não lembra ou nunca assistiu ao filme Inimigo Meu é talvez um complemento útil a leitura do livro, afinal, o filme traz um ser Andrógeno e um ser humano cuja relação se faz necessária, pois os dois estavam sozinhos num planeta aparentemente inóspito, e lembrou, pelo menos pra mim, uma passagem do livro A mão esquerda da escuridão. Vale a pena conferir.

 

 

A leitura é rápida e com capítulos curtos. O que me incomodou foi algumas inserções que não consegui fazer conexões com a trama principal, no entanto, nada que atrapalha o seu todo. Ia me esquecendo de uma passagem que essa fez sentido pra mim. A tecnologia de fato é essencial para a sociedade? Sim e Não essa é a resposta que consegui formular, afinal, nos tempos atuais a tecnologia têm possibilitado inúmeras conquistas e por outro lado têm proporcionado inúmeros problemas que nós ainda não estamos dispostos a resolvê-los.

 

É um livro que vai reverberar na minha cabeça por muito tempo, pois os assuntos não se esgotam e falar muito do livro é revelar muitos Spoilers e prejudicar a experiência de leitura, no entanto, se você já leu e queira contribuir com as suas experiências deixe seus comentários, afinal, não há uma verdade absoluta e em se tratanto de Ursula K. Le Guin isso fica evidente.

 

Capa A mão esquerda da escuridão

 

 

 

Título: A Mão Esquerda da Escuridão

Autor: Ursula K. Le Guin

ISBN: 9788576570578

Páginas: 296

Editora: Aleph

Nota Skoob: 4,1

 

– Ele é encontrado na Terra, em Hain-Davenante e em Chiffewar. É o yin e yang. A Luz é a mão esquerda da escuridão… Como era o verso? Luz, escuro. Medo, coragem. Frio, calor. Fêmea, macho. É como você, Therem. Ambos e um. Uma sombra na neve.

Até a próxima viagem.